Boa noite! Sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Campanha 'Fundo Dema Planta Vida na Amazônia' recupera áreas degradadas na Amazônia

Postado em 05/09/2020 as 12:09:26
| Famílias do PDS Brasília reflorestaram 20 hectares de áreas degradadas, que ajudou na recuperação de nascentes


Os tempos são difíceis, a Amazônia segue queimando em meio a uma conjuntura desfavorável à garantia de direitos. O direito à vida segue ameaçado pelas chamas, pela invasão de territórios ancestrais, pela expulsão de populações tradicionais, pelos empreendimentos de infraestrutura gigantesca, pelas plantações de monocultivos e suas falsas soluções ao desenvolvimento capitalista.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), no Brasil, até o último dia 03 de setembro, o bioma Amazônia segue liderando o ranking de focos de incêndio, com 48,4%, depois vem o cerrado (32,6%), Pantanal (9,6%), Mata Atlântica (6,8%) e Caatinga (2,7%). Os estados de Mato Grosso (21,6%), Pará (16,1%) e Amazonas (11,2%) estão no topo do desmatamento. No Pará, Altamira (13,8%), São Félix do Xingu (12%) e Novo Progresso (7,3%) estão entre os dez municípios brasileiros mais atingidos pelas queimadas. Entre os países da América latina, o Brasil (39,1%) sai em disparada na destruição ambiental, com 19,7% de diferença da Argentina (19,4%), o segundo país que mais sofre desmatamento.

Na contramão desse cenário de tanta destruição, o Fundo Dema segue semeando resistência. Em 2018, quando completou 15 anos, o Fundo deu início a uma campanha permanente de plantio de mudas, chamada 'Fundo Dema Planta Vida na Amazônia'. De lá para cá, dezenas de famílias se envolveram nas áreas de atuação do Fundo Dema, que abrange Transamazônica, BR 163, Baixo Amazonas e Nordeste Paraense.

Com o objetivo de promover justiça ambiental, a campanha envolveu povos indígenas, comunidades quilombolas, agroextrativistas, agricultores/as familiares que somaram forças em defesa da Amazônia. O plantio diversificado com espécies florestais e frutíferas, enriqueceu muitos hectares de áreas por meio de sistemas agroflorestais, possibilitando a recuperação de áreas degradadas, recuperação de nascentes, garantindo, ainda a segurança alimentar e nutricional com a produção de alimentos.

A campanha reforçou os resultados obtidos pelos projetos coletivos apoiados pelo Fundo Dema ao longo de seu histórico de atuação na Amazônia, chegando a marca de mais de 1 milhão de mudas plantadas e cerca de 60 mil hectares de áreas recuperadas, equivalente a 60 mil campos de futebol.

Moradora do município de Castelo dos Sonhos, a agricultora Mariana Rodrigues comemora o envolvimento das famílias do Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Brasília na campanha de plantio de mudas. Por meio do projeto 'Luta pela Diversidade', apoiado pelo Fundo Dema, as 30 famílias do projeto, diretamente envolvidas, construíram viveiros de mudas de variadas espécies florestais e frutíferas. Com isso,

"Nós temos 20 hectares de áreas degradadas que já foram reflorestadas, várias nascentes recuperadas e a importância dessas mudas para o planeta é muito grande. A região em que nós vivemos são áreas muito degradadas e para o futuro, a gente tem uma escassez muito grande de árvores e estamos tentando fazer arranjos de reflorestamento. A gente faz consórcio com as plantas frutíferas e florestais (...) e entre elas temos mogno, castanha-do-pará, pequi, andiroba, açaí e muitas outras espécies. Seria muito importante se todos plantassem pelo menos um pé de árvore na Amazônia, assim teríamos uma Amazônia rica", diz.

A agricultora destaca que o desmatamento vem preocupando as famílias da região porque além de contribuir para o aquecimento do planeta, a situação vem secando os rios da localidade, provocando, inclusive, escassez alimentar.

"A região era abundante de água, mas vários córregos, nascentes, rios que já foram soterrados. O desmatamento é tão grande que a água pode faltar na região em poucos anos, pouca gente vai ter acesso à água, sem contar que os peixes não vão tendo mais e os próprios animais vão se afastando, saindo da localidade. É importante que as pessoas tenham algum pedaço de área nativa nas suas propriedades, até mesmo pra você colher uma fruta nativa. É muito importante o oxigênio. As chuvas sem a floresta modificam o tempo. É importante que a gente comece a olhar agora para que a geração futura não venha a ser massacrada pela nação de agora", avalia Mariana.

A campanha permanente de plantio de mudas 'Fundo Dema Planta Vida na Amazônia' segue semeando esperança, anunciando vida, defendendo territórios e fortalecendo a luta dos verdadeiros guardiões e guardiãs da floresta, com o objetivo de promover a justiça socioambiental na Amazônia. Os desafios são muitos, mas a resistência é maior ainda.

 


Fonte: Fundo Dema

Rua Bernal do Couto, 1329, bairro: Umarizal, CEP: 66055-080 - Belém/PA
Tel.: (91) 4005-3751 / (91) 4005-3755| E-mail: fundodema@fase.org.br
CNPJ: 33.700.956/0004-06